Menina, Mulher & Mãe

És (a) única, mamã

Por que te comparas, mamã? Por que olhas para as outras mães e tentas medir o teu valor assim? Por que pensas que eu seria mais feliz se cuidasses de mim como elas cuidam dos seus filhos?  Tenho uma novidade para ti, mamã – para mim, és inigualável!

És a única que me deu tudo de si – um corpo que me abrigou, protegeu, alimentou, acarinhou, embalou. Sim, és aquela que conheço e me conhece desde o início; antes de eu perceber que já existia já sabia da tua existência, mamã querida.

És a única voz que me acompanha desde sempre, que me tranquiliza, que reconheço sem pestanejar; essa tua voz  é quase nossa, para mim é melodia.

És a única que tem aquele cheirinho que me enfeitiça, que me faz fechar os olhos e deixar levar, um aroma doce que me conduz pelos recantos mais recônditos  dos meus sonhos.

És a única que me beija as feridas e faz a dor passar, aquela cujo abraço preciso quando me sinto doente, que encosta a sua testa à minha e me faz acreditar que tudo vai ficar bem. Já reparaste que adoeces ao ver-me doente? Que o teu coração se desfaz em mil pedaços cada vez que choro? Isto é amor!

És a única cujo colo tem o formato do meu corpo, encaixamos um no outro ao ponto de nos sentirmos um só – as nossas respirações sincronizam-se, os corações batem em uníssono, os nossos corpos fluem num movimento só; podemos ficar assim horas a fio.

És a única que me dá as suas noites de sono, que troca um banho relaxante por uma tarde de mimos, que aceita os restos da minha comida com um sorriso de orelha a orelha, que abdica de uma sesta para me preparar um lanche especial.

És a única que fica de lágrimas nos olhos quando aprendo algo novo, que se esquece das dores nas costas quando sorrio, que não se lembra de nenhum dos seus problemas quando ouve as minhas gargalhadas, que me tenta fazer feliz a todo o custo (e como por vezes te sai caro, mamã).

És a única capaz de me amar até nos dias mais negros, em que o cansaço toma conta do teu corpo, em que questionas tudo, até a decisão de ser mãe, mesmo nesses dias tenho o teu amor, eu sei disso e tu também.

És a única que consigo amar sem ter de pensar em fazê-lo, foste e sempre serás a primeira forma de amor que conheci, e isso, mamã, é uma marca tua que levarei comigo para sempre.

 

Feliz Dia da Mãe para todas as guerreiras que diariamente dão o melhor de si aos seus filhos ❤

3m’s- Menina, Mulher & Mãe

única mamã

 

 

 

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s